Opinião


Terá Adalberto Costa Júnior pacto com os marimbondos?

2020-01-15 06:18:00

Imagem de destaque

Partilhar isto:

“O mano Adalberto tem ligação com os marimbondos”? Esta é uma pergunta que que nos últimos dias subiu de tom na sede do Galo Negro na Maianga.
A razão desta questão, que não é nova, teve o seu início quando Adalberto Costa Júnior, actual presidente do maior partido na oposição em Angola, ainda na qualidade de líder da bancada parlamentar do seu partido, defendeu a amnistia, daqueles que delapidaram o erário público, por entender ser a medidas punitiva mais justa.

Por: Jorge Neto

O seu discurso quanto ao combate a corrupção levado a cabo pelo governo do MPLA, agora liderado por João Lourenço, é sempre no sentido de perdão, e olhar para o futuro, o que faz com que os seus correligionários se questionam em relação a sua posição.

Querido pelos jovens e alguns Delfins do Galo Negro, Adalberto da Costa Júnior vindo do exterior, conseguiu impor-se na UNITA e projectar a sua imagem através, do Grupo Parlamentar do qual foi líder, em substituição de Raúl Danda, que igualmente se viu projectado para o cargo de vice-presidente, após o congresso de Dezembro de 2016, o celebre congresso, que motivou o rompimento entre Fernando Heitor, por supostamente entender que Danda, não merecia tal posição.

Adalberto Costa Júnior, que quando jovem estudante foi, segundo dados, responsável pela gestão de algumas bolsas de estudos a que o seu partido beneficiava de algumas instituições internacionais terá ganhado gosto pelos negócios ainda na Europa, o que de acordo com alguns dos seus “maninhos” não deixou sendo para além de outros negócios proprietário de uma frota de táxis.

No galinheiro suspeita-se que Adalberto Costa Júnior terá alguma ligação em negócios com a empresária Isabel dos Santos, que viu no fim de ano os seus bens arrestados pela justiça angolana, o que de algum modo, segundo se comenta a boca pequena, não terá agradado o actual líder maior partido na oposição.

A posição de Adalberto Costa Júnior, em questionar no seu discurso de sábado a forma como foi arrestada os bens da filha do antigo Presidente de Angola dá azos as vozes segundo as quais Isabel dos Santos terá financiado a campanha de ACJ, tendo em conta opiniões que aventam a possibilidade desta em apoiar, nas eleições quer autárquicas, quer geral outra força política que não seja o MPLA.

Com o andamento da senda política a luta contra a corrupção e a oposição política que temos a ver vamos que país teremos.