Corrupção


PGR não vai investigar director do Gabinete de João Lourenço por falta de provas

2020-02-12 06:37:00

Imagem de destaque

Partilhar isto:

Uma fonte da PGR revelou ao JA que à denúncia pública de que o director do Gabinete do Presidente da República terá recebido, numa das suas contas,17,6 milhões de dólares, quando era ministro de Estado e Chefe da Casa Civil do ex-Presidente José Eduardo dos Santos, a fonte da PGR adiantou que a instituição não tem notícia de que Edeltrudes Costa tenha cometido algum crime.

“O que disseram é que tinha feito depósito de somas avultadas na conta. Não disseram a proveniência criminosa do dinheiro”, afirmou a fonte da PGR.

Edeltrudes Costa já exerceu o cargo de ministro de Estado e chefe da Casa Civil do PR, assim como o cargo de secretário-geral do Palácio Presidencial.

De acordo com o Maka Angola, Edeltrudes tem afinidades familiares com o casal Lourenço, por via da sua relação conjugal com Inokcelina Bens África, sobrinha de Ana Dias Lourenço e braço direito do casal presidencial.