Corrupção


PGR manda reter cartões multicaixa do governo provincial do Cuanza Sul

2020-07-09 18:54:00

Imagem de destaque

Partilhar isto:

 A Procuradoria Geral da República junto dos Serviços de Investigação Criminal (SIC) emitiu um mandado de revista, busca e apreensão de cartões da rede do supermercado Max, em posse do Governo Provincial do Cuanza Sul.

A confirmação da informação foi feita hoje pelo Procurador-Geral da República junto do SIC, Soares da Cruz, que se escusou adiantar mais dados, alegando segredo de justiça.

De acordo com um documento datado de 03 de Julho, a que a Angop teve hoje acesso, os referidos cartões multicaixa estão em nome de “Palácio do Governo”, “Casa Protocolar do Vice-governador para o sector técnico e infra-estruturas”, “Casa protocolar da vice-governadora para o sector político, económico e social”, “Gabinete do governador”, “Secretário-Geral” e do “Protocolo do gabinete do governo”.

No dia 29 de Junho último, o antigo secretário-geral, na altura suspenso das suas actividades, foi detido em flagrante pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC), em casa, em contacto com documentos sobre a gestão financeira do Governo que dois funcionários deste órgão terão levado à sua residência.

Os três cidadãos, dos quais o secretário-geral em exercício, foram detidos e presentes ao procurador.

Os visados estão a ser acusados de peculato e falsificação de documentos.